Medidas de segurança sanitária para evitar infecções por COVID-19 na mineração

minas-coronavírus-minas-medidas de segurança

No auge da pandemia do Coronavírus, o mundo mudou. A atividade produtiva, comercial e social diminuiu ao ponto de cessar quase totalmente. Exemplos disto são a detenção de tarefas, o encerramento de lojas e quarentenas obrigatórias com distanciamento social.

O Chile não foi deixado para trás e diferentes áreas pararam, como as indústrias hoteleira e mineira. Diferentes empresas mineiras pararam o seu trabalho devido a infecções COVID-19 ou porque querem evitá-lo. Entre estes encontramos cupriferas como Codelco ou Teck.

No entanto, algumas empresas de mineração ainda estão operando, mas com um número menor de trabalhadores. Para isso, foram impostas medidas rigorosas de segurança para proteger a saúde dos trabalhadores e para manter a actividade mineira em funcionamento, uma vez que finalmente dá um grande apoio económico ao país. 

Entre estas medidas de segurança sanitária estão

  1. Teletrabalho para todos os que não precisam de estar estritamente nas fábricas.
  2. Os grupos de risco devem ficar em casa: idosos, pessoas com doenças crónicas, mulheres grávidas, pessoas que vivem com pessoas em grupos de risco.
  3. Entrega e uso obrigatório de implementos de segurança e proteção contra Coronavirus.
  4. A tirar temperaturas no início do dia. Em alguns, tais como o O caso da empresa mineira Los BroncesNo caso da COVID-19, cada trabalhador deve tomar sua temperatura e preencher um formulário online de sintomas antes de começar o dia, para que possa detectar a primeira pessoa infectada pela COVID-19 e evitar que vá à planta. 
  5. Nos transportes, casinos ou cafetarias, os trabalhadores devem sentar-se separadamente e sem contacto uns com os outros. 
  6. Limpeza de áreas comuns e veículos de transporte. 
  7. Proibição de reuniões, de aglomeração e de manter distância.

Com estas medidas, as empresas mineiras podem continuar a operar sem problemas e sem colocar em risco a saúde dos seus trabalhadores.